Começar um novo ano é sempre uma oportunidade para colocar em prática aquele plano repleto de metas, objetivos e vontades que ainda não tiveram espaço na agenda, não é? Além de, obviamente, conseguir manter o que tem dado certo na vida – pessoal e/ou profissional.

Pensando nisso e, buscando uma alternativa para métodos super fechados de planejamento (nada contra!), a Maní desenvolveu a Árvore de Metas que, de forma lúdica, criativa e livre, estimula a reflexão – profunda e amplamente – de ambições para o ano que se inicia. 

A ideia deste texto é compartilhar os aspectos principais da metodologia para que você possa construir uma jornada brilhante daqui para frente. Mas cá entre nós, o texto traz só uma parte da vivência da Oficina Árvore de Metas que costumamos realizar (#ficaadica).

Ainda sim, tenho certeza que você vai curtir o conteúdo.

Árvore de Metas em processo de criação.

A inspiração

Na década de 70, Tony Buzan, sistematizou um método criativo que estimula o raciocínio e potencializa a capacidade de nosso cérebro: o famoso Mapa Mental. De maneira não linear, altamente visual e sintética para organizar informações sobre qualquer assunto, os mapas mentais intensificam o uso da memória, aumentam a capacidade de aprendizado e planejamento.

Como na imagem acima, a Árvore inspira esse olhar: diferentes ramificações com uma mesma raiz; assim como é nossa vida, com diferentes áreas cuidadas por uma mesma essência. 

Soma-se à criação de Buzan, a experiência e vivência do Programa Germinar (recomendo fortemente que você conheça a formação), que estimula o planejamento de curto, médio e longo prazo dos participantes em um de seus módulos. Além disso, a formação segue como base teórica-filosófica a Antroposofia (ciência que estuda a sabedoria do homem), a qual impulsiona uma visão orgânica e viva do ser humano e das organizações. Para isso, utiliza-se de arquétipos encontrados na natureza, por exemplo.

Com a energia de um método sólido, a vivência coletiva/dinâmica de uma formação e conhecimentos/ habilidades que a vida me apresentou, nasceu a Árvore de Metas. Assim, bonita que só!

Como construir sua Árvore?

Escolha o local para fazer sua árvore: quadro branco, cartolina, espelho, etc. A árvore – depois de pronta – deverá ficar num local visível e acessível. Como materiais, libere sua infância e junte com post-its, giz de cera, canetinha, lápis de cor.

Depois, de maneira prática, basta seguir os seguintes passos:

  1. Reflita sobre quais áreas da vida quer cuidar ao longo do ano (estas, serão as ramificações da árvore);
    • Exemplos: saúde, financeiro, profissional, estudos, pessoal, hobbies, etc;
    • Dentro de uma área, podemos ter sub-áreas;
    • Cuidado com a quantidade de ramificações: poucas podem deixar a árvore sem grandes desafios, muitas podem deixar a árvore exagerada demais.
  2. Junto à cada ramificação, temos as folhas (metas) que deverão ser definidas.
    • Cada meta deve ser Mensurável, Atingível, Relevante, Temporal e Específica.
    • Mais do que a quantidade de metas, preocupe-se com a qualidade delas.
    • Metas audaciosas merecem desmembramento em metas menores.
    • Obviamente, não vale colocar como prazo final de todas as metas o dia 31 de Dezembro. Acredite, seu fim de ano pode ser um caos caso opte por este caminho.
  3. Com a árvore repleta de ramificações (áreas da vida) e folhas (metas), sempre dou a sugestão de escrever perto da árvore (geralmente na raiz) uma frase/palavra de impacto que irá fortalecer seu compromisso com a missão assumida.
  4. Como disse antes, após estar pronta, deixe a Árvore em local visível e crie um método ritmado (15 dias, mensal, etc) para olhar com profundidade aos detalhes e metas da Árvore. Até estes momentos de avaliação, o simples fato de visualizar a Árvore todos os dias já fará toda a diferença. Pode confiar!

Uma floresta

Por fim, vale destacar que criar sua Árvore com mais pessoas pode ser um processo bastante inspirador, agregando novas ideias, práticas e dicas para que as metas sejam efetivadas no dia a dia.

Assim, será possível criar uma floresta repleta de desejos, sonhos e principalmente, ações de mudança.

Veja só:

Participantes da Oficina Árvore de Metas (15.01.18)

 

Se você quer saber mais sobre a Árvore de Metas e/ou levar esta vivência para sua equipe de trabalho ou amigos, entre em contato conosco. 

Por mais florestas de transformação!

Até mais.

Deixe uma resposta

Fechar Menu